sexta-feira, 18 de Abril de 2014

A realidade da irrealidade


Numa altura em que vivemos (quase todos, arrisco-me) na internet, falar desta batalha entre dois mundos, parece-me pertinente.

Estarão as redes sociais a tirar os verdadeiros valores e significado do contacto pessoal e social entre as pessoas?

Estaremos cada vez mais presos ao mundo virtual?

Será que os gostos que damos e recebemos (e até nos fazem momentaneamente felizes) substituem o conforto de um gesto de afeto?

Será que as imagens de abracinhos e beijinhos substituem o toque dos verdadeiros abraços e beijos?
 
As imagens de flores substituem o toque e o cheio de um verdadeiro ramo?

Será que a imagem do bolo de grife, partilhada nos murais, substitui o telefonema ou a mensagem personalizada de parabéns?

Aparentemente sim!!
 
Cada vez mais substituímos o lado pessoal pelo lado banal, sem percebermos que isso nos tira os verdadeiros suspiros.
 
Snapchat, Instagram, Facebook, Twitter são alguns (dos muito reduzidos) exemplos da forma como interagimos, na vida uns dos outros. 
 
Eu próprio (dou á mão à palmatória) sou um assumido viciado na interação virtual.
 
Ainda assim, não dispenso a presença física dos meus amigos, os jantares, as mensagens de parabéns privadas e tantas outras pequenas coisas, que são, na realidade, enormes coisas (se coisas).
 
Acho que a irrealidade está tão banalizada, que virou (de facto) a nossa realidade, e nem nos apercebemos disso.

Apreciem os momentos que vos tiram a respiração ... que vos libertam sorrisos, que vos enriquecem de emoções!!
Eu também partilho um montão de coisas e não escondo adorar a interação de parte a parte ...

Mas coisas essas, que não podemos deixar que prevaleçam aquilo que realmente é tão importante.
 

FranciscoVilhena


 

quarta-feira, 16 de Abril de 2014

Feliz Aniversário


É oficial, terminei a celebração do meu aniversário da melhor forma possível

Quinta e última festa, este ano, entre amigos e até familiares.

É verdade, consegui o inédito de arrancar a minha mãe de casa para ir a uma discoteca comigo (Obrigado Mãe).

Comecei por fazer a lista das pessoas especiais, que fazia questão de ter presente.

A escolha do local não foi complicada: queria a combinação de um espaço grande, atual, sofisticado, sem horas para fechar, com abertura para todos nós e para os nossos sorrisos e ruídos e onde imperasse a simpatia, por isso, recorri à minha 'segunda casa (como eu lhe chamo) o Eskada Porto.

O David Beijoco e o Nuno Costa foram aquilo que são: excelentes!

E aqui entre nós, com uma paciência daquelas, sou complicado (risos).

Afirmei que seríamos cerca de 30 (na realidade a lista total de convidados chegou aos 76) mas nem por isso mudaram os sorrisos e amizade.

Faltava o bolo (que não me assustou) sendo que encontro na Doce Alto, a cumplicidade perfeita, para todos os momentos (ver artigo O meu bolo de Aniversário).

Marquei às 24h.

Fomos os primeiros a abrir a discoteca (risos).

Mas queria ter tempo para receber (eu mesmo) cada amigo, tirar a fotografia, o cliché mas que faz dos pequenos momentos, grandes.

Nem todos foram pontuais (o que até facilitou a logística do privado) completamente reservado para mim (Obrigado Eskada Porto), sendo que iam chegando, enquanto outros foram saindo, entre a hora marcada e as 4h (hora em que chegou o último grupo de amigos).

Ainda assim, apesar de não ter sido possível reunir todos no mesmo momento, cantamos os Parabéns ...


E brindamos!



Juntei, literalmente, pessoas que desempenham um papel de extrema importância na minha vida, e apesar de não ter conseguido tirar uma fotografia com mais de metade (a culpa é vossa, chegaram atrasados, risos) todos vocês sabem aquilo que são para mim.

Ao mesmo tempo, nem todas as fotografias foram publicadas (acho que se fartaram de me ver em mais de metade, risos).

Brincadeiras à parte, reforço um enorme e sentido Obrigado a Todos vocês, sem exceção.





































Agradecimentos

terça-feira, 15 de Abril de 2014

The Body Shop com Aroma a Fambroesa

Desde que me conheço, que sempre adorei framboesas ....
 
Aquele sabor suave e adocicado, que se perdia na minha boca, assim como o cheiro característico ...
 
Imaginem a minha alegria, quando conheci a nova linha  Early Harvest da The Body Shop.
 
Logo pelo nome, percebemos que o ponto forte, é o facto das framboesas serem colhidas cedo, de forma a preservarem os seus antioxidades.
 
Começo por falar no esfoliante, a cereja no topo do bolo de toda a gama.
 
Tem um aspeto doce e o cheiro (assim como a textura) faz-nos lembrar uma deliciosa compota.
 
(Atenção, para não caírem na tentação de o provar, risos). 


Preço: €14,00

Saímos do banho e a sensação completa-se com a Body Butter.
 
 
Passamos do efeito compota para a sensação de estarmos perante um iogurte cremoso.
 
Uma textura suave, de fácil e rápida absorção, mas que mantém o cheio característico da framboesa.
 
O corpo fica hidratado e com um aroma fresco durante muito mais tempo.

 
Preço: €16,00
Agora uma das novidades mais frescas ...

O Eau de Toilette.

Tem um cheiro muito característico (frutado) e ficamos mesmo irresistíveis ...

Super fresco,  vem num frasco de 30mL com vaporizador.


Preço: €12,50

 A linha completa engloba o Eau de Toilette, o Body Butter, o Esfoliante, o Body Lotion e o Gel de Banho .
 
Boas Compras.
 
 
 
 


segunda-feira, 14 de Abril de 2014

O meu bolo de Aniversário


Este ano (à semelhança de todos os outros) tornei a celebrar umas quantas vezes, o meu aniversário.

Não se prende com nenhum egocentrismo, mas porque faço questão de celebrar com a família paterna, materna, com os colegas de trabalho ... e com os meus amigos.

Fiz anos no dia 3 de Abril, mas a última celebração aconteceu somente este sábado (12).

Pela primeira vez na vida (em tantos anos como cliente) consegui avisar a Doce Alto uma semana antes.

Bem, avisar eu até avisei, agora decidir-me foi a situação mais delicada.

E-mail para cá, e-mail para lá, conseguimos reduzir as extensas possibilidades para uma das minhas favoritas, uma cobertura personalizada com recheio sublime de chocolate e frutos vermelhos.

Referi que seríamos, mais ou menos, quinze pessoas (mas a minha matemática não foi das melhores) e acabamos por ser cerca de 70 (risos).

Mas o bolo estava encomendando e a única certeza que tinha, era a da total satisfação da minha exigência.

Tratam-me tão bem (e conhecem-me tão melhor ainda) que não foi preciso enumerar aquilo que mais gosto, para a personalização do bolo.

Achei que seria semelhante ao do ano passado (clicar aqui) mas não ...

Eu digo-vos (aqui entre nós) que quando acho que já fui totalmente surpreendido ... eles superam-se!!!

O bolo não podia ser mais eu.

Desde os meus dois gatos ao solário, os pesos do ginásio e até o iPhone, nem a televisão (com o logo do canal onde já não trabalhamos mas onde começamos o programa de televisão) faltou.


Os meus hobbies, o meu trabalho, os meus animais de estimação ...

E sim, agora numa visão vaidosa, eu, em açúcar.


O bolo fez as delícias de todos (até dos mais invejosos, risos).

Por todos estes motivos (e tantos mais) a Doce Alto continua a ser a minha casa de eleição. 

Obrigado.


FranciscoVilhena


domingo, 13 de Abril de 2014

Amuos de gente grande


Hoje dou a mão à palmatória, falando de um mal que (às vezes) também sofro (assumo) e nem sempre com razão.
 
Claro que (e como qualquer ser humano) é sempre mais fácil apontar o dedo a terceiros, do que falar de mim próprio, então, numa perspetiva menos pessoal, vou falar e apontar certos e determinados aspetos que tenho como menos bons.
 
O amuo é uma característica comum nas crianças, quando contrariadas, zangadas ou mesmo porque sim.
 
E se quando crescemos (é suposto deixarmos de) enganem-se!!
 
Amuamos do mesmo jeito, pelos mesmos motivos, só não ficamos com uma cara tão querida (risos).
 
Tudo (na idade adulta) toma proporções 'mais sérias', deixamos de nos esquecer em minutos e podemos estar nesta fase durante dias, meses, até anos ...
 
As pessoas amuam porque um amigo adota um comportamento diferente, porque tem uma opinião distinta, ou mesmo porque tem opinião própria.
 
Poucos são aqueles que sabem respeitar que os outros também têm dias maus e que nem sempre acham graça a uma piada.
 
E se acordaste de bem com a vida, não podes esperar que do outro lado, se partilhe da mesma euforia.
 
Faz parte ...
 
A verdade é que o amuo (nos adultos) é completamente desajustado e inapropriado.
 
Espera-se que saibam resolver as coisas na hora, que saibam ouvir um não, que saibam ouvir uma opinião contrária, tudo isto e tanto mais que isto, sem estrebuchar.
 
Algumas pessoas preferem acreditar que o mundo (da forma como o vêm) tem que ser igual a todos os outros e se não é, eles é que estão mal.
 
Um certo egocentrismo camuflado, num sorriso amarelado, confiantes de que são melhores pessoas por fazerem de conta que está tudo bem.
 
E se a vida são dois dias, já pensaram nos momentos bons que podem (e estão) a perder, por causa de um amuo perdido de jardim escola?
 
Sim, era nessa altura que deviam amuar ...
 
Agora, comportem-se como adultos que são, valorizem aquilo que deve ser valorizado e se têm que amuar, que seja por uma aumento salarial (risos).
 
Pensem nisso.

FranciscoVilhena
 

Imagem retirada do motor de pesquisa Google

sexta-feira, 11 de Abril de 2014

As Gardénias chegam à The Body Shop


Lançada em Março, a linha de edição limitada The Body Shop English Dawn White Gardénia trouxe, literalmente, a Primavera para o corpo.

Com um cheiro fabuloso, somos levados para os jardins campestres de Inglaterra.

Rodeados de gardénias brancas (acabadas de florescer) foi como me senti, quando testei o creme de corpo ... que complementei com o perfume.


Uma fragrância fresca, que promove uma inigualável sensação de relaxamento e calma, acreditem.

A Gama completa engloba 4 produtos:

Eau de Toilette
Body Lotion
Shower Gel
Body Mist

Com apontamentos de bergamota, gardénia, sândalo e tuberosa, os complementos ideais, para uma sintonia com a estação.

Na minha opinião, talvez sejam mais indicados para uma pele feminina, de todas as formas, não deixei de experimentar as novidades e estou maravilhado.

Saem do mercado dentro de dois meses.

Aproveitem!!